Diretoria de Empreendedorismo (DEMP) Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Diretoria de Empreendedorismo (DEMP)

    NAVE- Núcleo Avançado de Empreendedorismo da UFMA - Foto: Aline Acazoubelo

    A Política de Empreendedorismo da Universidade Federal do Maranhão, está sob a responsabilidade da AGEUFMA (*) - Agência de Inovação, Empreendedorismo, Pesquisa, Pós-Graduação e Internacionalização e é executada pela sua Diretoria de Empreendedorismo- DEMP.

     OBJETIVOS DA DEMP

    Reitor Natalino Salgado e o Pró-Reitor Fernando Carvalho (Ageufma), na inauguração do Prédio do Empreendedorismo. (foto: Aline Acazoubelo)

    I - incentivar e apoiar o empreendedorismo e a inovação, conectando
    interesses da Universidade aos setores governamentais, produtivos e da sociedade civil, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do Estado do Maranhão;
    II - identificar e promover o desenvolvimento de competências empreendedoras junto à comunidade acadêmica da UFMA e região;
    III - fomentar o espírito empreendedor e a criatividade entre alunos, ex-alunos e profissionais afiliados a projetos da UFMA, na forma de desenvolvimento, produção e comercialização pioneira de novos produtos ou serviços;
    IV - estabelecer estratégias de ação coordenada, interna e externa, que estimulem novas formas de parcerias com o setor produtivo e a sociedade civil;
    V - promover o diálogo para estabelecer parcerias estratégicas orientadas para o médio e longo prazo, com empresas e entidades públicas e privadas, visando estimular o empreendedorismo e a inovação;
    VI - difundir a cultura empreendedora por meio da criação e desenvolvimento de Startups, Spin-offs, Empresas Juniores, Incubadoras e Parques Tecnológicos, visando a ampliação da participação e contribuição da UFMA no
    desenvolvimento local, regional e nacional; VII - promover formas de apoio institucional para a inovação de produtos, processos e serviços, incorporando- se competências e resultados de pesquisas a projetos e ações de cooperação
    com o setor produtivo; e
    VIII - propor programas, projetos, ações e estudos que subsidiem a formulação e a implementação de políticas de estímulo e programas de desenvolvimento tecnológico, formação empreendedora, startups e inovação.

     

    Núcleo Avançado de Empreendedorismo da UFMA 

    NÚCLEO AVANÇADO DE EMPREENDEDORISMO (NAVE) - Espaço interno do NAVE - foto: Aline Acazoubelo

    O Núcleo Avançado de Empreendedorismo da UFMA é um espaço físico que abrigará as atividades de fomento à política de empreendedorismo e gestão da inovação tais como:

    I - Programa de Educação Empreendedora; II - Modelagem de Negócio; III - Desenvolvimento de startups e spin-offs; IV - Incubação e aceleração de empresas; V - Desenvolvimento de Empresas Juniores; VI - Gestão da inovação e serviços tecnológicos; VII - Espaço de coworking, eventos e labs; e VIII - Gestão do Parque Tecnológico.

     ESTRUTURA DA DIRETORIA DE EMPREENDEDORISMO (DEMP)

    A Diretoria de Empreendedorismo (DEMP), (cujo Diretor é o professor Dr.
    Walter Nunes: walter.nunes@ufma.br – w.zap 8225-2917), tem a seguinte
    estrutura organizacional:

    I - Coordenação de Formação Empreendedora e Empresas Juniores (CFEJ). Tendo como responsável a Professora Thais Nunes: thais.cf@ufma.br

    II - Coordenação de Incubação, Startups e Parque Tecnológico (CISP). Tendo como responsável o Professor Dr. Helio Matos: helio.matos@ufma.br
    Contamos ainda com o Administrador Lucio Flávio:lucio.flavio@ufma.br, responsável pela administração do prédio.

    (*) A AGEUFMA - Agência de Inovação, Empreendedorismo, Pesquisa, Pós-Graduação e Internacionalização é um órgão executivo da administração superior, que tem por finalidade planejar, orientar, executar, coordenar e supervisionar as atividades de Inovação, Pesquisa, Pós-Graduação, Empreendedorismo e Internacionalização no âmbito da UFMA, buscando desenvolver ações que promovam a formação de recursos humanos qualificados, disseminem o conhecimento científico e tecnológico em nível internacional, ampliem e consolidem as parcerias internacionais, potencializem a capacidade empreendedora da comunidade acadêmica, proporcionando soluções e serviços à sociedade. 

    Fim do conteúdo da página