Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

Segunda do Português: Expressões Correr Atrás e Risco de Vida

Publicado em: 15/07/2019

Correr atrás

Observe esta frase:

Fiquei reprovado dois anos, agora tenho de correr atrás do prejuízo.

“Correr atrás” significa “ir em busca de algo”. Você corre atrás da felicidade, corre atrás de um melhor salário, corre atrás de um novo amor, etc. Constitui um grande paradoxo correr atrás do prejuízo. A lógica é que se corra atrás do lucro, pois este, sim, é almejado por todos. Corrigindo o exemplo:

Fiquei reprovado dois anos, agora tenho de me recuperar.

Fiquei reprovado dois anos, agora tenho de superar o fracasso.

 

Risco de Vida

Vamos analisar esta frase:

A cirurgia foi um sucesso, mas o paciente ainda corre risco de vida.

 

O vocábulo risco (assim como perigo) transmite a ideia de gravidade, de situação perigosa, insalubre. Sempre que usar risco numa frase, complemente com algum elemento adverso, como correr risco de se machucar, correr risco de ser atacado, correr risco de cair, correr risco de pegar malária, correr risco de morrer, etc.

Ninguém diz “ele corre risco de se curar completamente”, “estamos correndo risco de sermos promovidos”, “ela corre risco de vencer o concurso de beleza”.

Observe que utilizamos “risco de vida” em nosso exemplo inicial. Mas ninguém diz que “fulano corre risco de viver”, e, sim, “corre risco de morrer”. O argumento que os defensores dessa corruptela utilizam para legitimar “risco de vida” é que se tornou expressão corriqueira no linguajar do povo. Ora, se tudo que é corriqueiro neste país deve ser considerado correto, devemos então considerar os assaltos aos cofres públicos a mais normal e legítima forma de ação de muitos políticos! Devem virar lei os peculatos exercidos por diversos funcionários públicos (policiais, guardas, peritos, auditores, juízes, e todos os outros que são denunciados diariamente pela imprensa). Os preconceitos racial, social e geográfico que grassam em nossa sociedade passarão, então, a ser conduta aceitável, uma vez que são comportamento frequente neste Brasilzão.

Não! Não é porque é prática costumeira que o erro deve se legitimar.

Corrigindo nosso exemplo inicial:

A cirurgia foi um sucesso, mas o paciente ainda corre risco de morte.


Envie suas dúvidas e sugestões para esta coluna pelo e-mail ascom@ufma.br.


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube

Revisão: Jáder Cavalcante

Lugar: Cidade Universitária Dom Delgado
Texto: JADER CAVALCANTE DE ARAUJO
Última alteração em: 15/07/2019 11:14

Mais fotos

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

25/11/2020

20:32

Alunos de Ciência da Computação e BICT representarão a UFMA em evento nacional de programação   SÃO LUÍS - A equipe “UFMA Time 1”, composta pelos estudantes Davyson Almeida, Pedro Bernhard e Manu Lemos dos cursos...

25/11/2020

19:02

UFMA realiza 26º Simpósio Brasileiro de Sistemas Multimídia e Web   SÃO LUÍS – Entre os dias 30 deste mês e 4 de dezembro, será realizado o 26º Simpósio Brasileiro de...

25/11/2020

17:58

Superintendência de Infraestrutura busca parcerias em Imperatriz   SÃO LUÍS - No dia 12 deste mês, ocorreu uma reunião na Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII) entre...

25/11/2020

12:24

Pós-Graduação em Química promove webinário em cooperação internacional com Madrid   SÃO LUÍS - A Agência de Inovação, Empreendedorismo, Pesquisa, Pós-Graduação e Internacionalização (AGEUFMA) informa que o Grupo de Pesquisa em...

25/11/2020

11:06

Proquali concede o Prêmio Mérito Científico para sete pesquisadores da UFMA   SÃO LUÍS - O Programa de Qualidade da Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proquali) da UFMA divulgou, nesta semana, a lista...
Fim do conteúdo da sessão