Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

UFMA entrega máscara elaboradas a partir do projeto Máscaras pela Vida

Publicado em: 09/09/2020

SÃO LUÍS – Foi realizado nesta quarta-feira, 9, em videoconferência pelo Google Meet, a entrega das máscaras resultantes do projeto “Máscaras pela Vida”.

O Projeto foi idealizado, construído e desenvolvido pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, em parceria com a empresa Glencore, para atender a uma demanda da Reitoria da UFMA, e contou com o profissionalismo das costureiras do Clube das Mães da Vila Verde, que é formado por 15 mulheres de diversos bairros do Itaqui-Bacanga, as quais confeccionaram 16 mil máscaras.

Desse total, seis mil já foram entregues em solenidades anteriores, e, nesta quarta, mais dez mil foram distribuídas gratuitamente às pessoas carentes da região do Itaqui-Bacanga. Foram 30 mulheres da área Itaqui-Bacanga que participaram do projeto, gerando renda e emprego. 

Daysiane Silva, uma das integrantes do projeto, fala da importância dessa ação para todos, porque, segundo ela, essas mulheres puderam gerar sua própria renda e ajudar no sustento em seu lar. “Por conta da pandemia, muitas dessas mulheres ficaram desempregadas, sem condições para ir em busca de um novo emprego. Então, esse projeto foi muito importante pra todas nós. Com a renda gerada, algumas das costureiras, conseguiram fazer pequenos reparos em suas casas. Outro ponto positivo do projeto é que pudemos ajudar as pessoas a se protegerem, até porque, no começo da pandemia, muitos não tinham máscara, e o projeto propiciou a confecção de máscara para as pessoas”, destacou.

Segundo o coordenador do projeto e professor do departamento de Turismo e Hotelaria, Saulo Ribeiro, o histórico do Máscaras pela Vida começou de um embrião e de um projeto, e hoje esse projeto saiu de um conceito de papel e se faz presente em toda a região da área Itaqui-Bacanga, onde está situada a Universidade.

“O papel da extensão é justamente este: propiciar que a Universidade esteja cada vez mais próxima da comunidade, resolvendo os problemas, atuando mediante os projetos existentes, e o ‘Máscaras pela Vida’, além da confecção e distribuição de máscaras, ele foi fundamental para a geração de emprego e renda. O projeto mudou a concepção de mulheres sobre o conceito da responsabilidade social da Universidade, que, junto com o Clube de Mães da Vila Verde, vem contribuindo para melhorar a qualidade de vida da população e do bem-estar dos moradores do Itaqui-Bacanga”, explicou o professor Saulo.

Ele adiantou que, do total produzido, cinco mil ficarão para a capital maranhense, e as outras cinco mil serão enviadas para o continente, nos locais onde a Universidade possui câmpus, para serem entregues às pessoas que de fato precisam, como as comunidades ribeirinhas, os quilombolas e as zonas rurais.

Para o coordenador de manutenção da Glencore, Silvio Borges, "é uma satisfação integrar o projeto, como parceiros, visto que essa ação não só contribui para a confecção de máscaras para pessoas que necessitam delas, mas também gera emprego para as mulheres envolvidas".

A pró-reitora de extensão e cultura, Josefa Bentivi, agradeceu a participação e sensibilidade do professor Saulo, do reitor Natalino Salgado e de todos os envolvidos engajados com a causa do projeto. Para ela, o projeto foi além da produção de máscaras, ele levou amor à sociedade que as usufruirá.

“Agradeço imensamente a todos os que estão envolvidos, e principalmente vocês, que são as mãos cuidadosas que produziram essas máscaras. Estamos fazendo esta fase da confecção, distribuição e a etapa muito importante para nossa pró-reitoria, do empreendedorismo. Precisamos colocar os pés e as mãos no coração das pessoas, ao cuidar da sociedade. Pessoalmente, mais do que o trabalho, este projeto é uma missão de vida”, realçou a pró-reitora.

O reitor Natalino Salgado agradeceu às costureiras, aos membros e órgãos da Universidade participantes e deixou o recado da instituição para a população maranhense. “A Universidade tem essa expertise, construída ao longo do tempo, que é de atuar em prol da sociedade, com muita alegria, e de ajudar os bairros de nosso entorno. O importante é que, além de promover renda, estamos contribuindo com a segurança das pessoas, dando o recado para que se protejam. Estamos valorizando a vida das pessoas”, afirmou.


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube

Revisão: Jáder Cavalcante

Lugar: Cidade Universitária Dom Delgado
Texto: Sansão Hortegal
Última alteração em: 10/09/2020 16:10

Mais fotos

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

29/10/2020

12:45

Curso de Enfermagem do Câmpus São Luís confirma destaque no Enade 2019 com nota máxima SÃO LUÍS - Preliminarmente conhecido como Escola de Enfermagem São Francisco de Assis, o curso de Enfermagem da Universidade Federal...

28/10/2020

21:39

UFMA homenageia o professor Aymoré Alvim com o título de Professor Emérito SÃO LUÍS - Natural de Pinheiro-MA, baixada maranhense, o professor Aymoré de Castro Alvim, do departamento de Patologia da UFMA,...

28/10/2020

17:00

Colun realiza entrega de chips de dados móveis para que estudantes acompanhem as aulas remotas SÃO LUÍS – Após realizar uma pesquisa interna em que identificou que 42% de seus alunos estavam com dificuldades ou...

28/10/2020

16:40

Arqueólogo e professor da UFMA tem pesquisa reconhecida por revista internacional SÃO LUÍS - O arqueólogo e professor do departamento de Oceanografia e Limnologia da UFMA, Arkley Marques Bandeira, é um...

28/10/2020

15:00

Professor Antonio Cordeiro receberá, na sexta-feira, o título de Professor Eméito SÃO LUÍS - Na continuação da série Professor Emérito 2020, o próximo homenageado será o professor Antonio Cordeiro Feitosa, do...
Fim do conteúdo da sessão