Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

Começa o maior Festival de Coros do Maranhão, o 39º Femaco

Publicado em: 08/10/2019

SÃO LUÍS - Ao ar livre e apreciando as belezas do Centro Histórico de São Luís, teve início, na noite dessa segunda-feira, 7, o 39º Festival de Maranhense de Coros (Femaco), o maior encontro dos grupos de canto coral do Norte-Nordeste, realizado pela Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Empreendedorismo (DAC-Proexce).

Com a realização de mais uma edição, que já é esperada anualmente pela população ludovicense, a UFMA valoriza, divulga e democratiza a prática e o acesso público ao canto coral. A diretora do DAC e coordenadora geral do festival, Fernanda Santos Pinheiro, disse que o evento integra, há 39 anos, as atividades das políticas de extensão e cultura da UFMA. “O Femaco promove importante intercâmbio cultural e o congraçamento entre a Universidade, os grupos corais participantes e a comunidade local”, disse Fernanda Pinheiro.

Neste ano, a abertura do Femaco foi realizada na escadaria da Biblioteca Pública Benedito Leite, na praça Deodoro, hoje revitalizada e que atraiu inúmeros participantes, que prestigiaram os mais de 50 corais inscritos para o festival que vai até o dia 11, sexta-feira.

“Neste ano, houve o número recorde de corais participantes no Femaco, foram 51 inscritos, sendo 23 grupos de canto coral infantil e infanto-juvenil e 28 corais adultos, dois deles das cidades maranhenses de São Bernardo e Pedreiras”, disse Fernanda Pinheiro.

A reitora Nair Portela fez a abertura oficial desta edição e afirmou que é um grande movimento cultural. “É um amplo empreendimento da Universidade, uma vez que envolve muitas pessoas e escolas, contribuindo para a formação de profissionais e agregando valor à nossa cultura. O canto coral é isto: é amor pela música e por nossa cultura maranhense”.

O 39º Femaco é aberto a grupos de canto coral do Brasil e de outros países. Ele não é competitivo, e poderão participar grupos corais adultos de vozes mistas ou iguais, corais infantis e infanto-juvenis de todo o Brasil. Nesta terça-feira, 8, e amanhã, 9, a apresentação ocorrerá no Teatro Arthur Azevedo, em dois horários: às 16 horas para os corais infantis e infanto-juvenil e, às 19h30, para os adultos.

Já no dia 10, às 19 horas, a apresentação será na Igreja de São João Batista, no Centro. E, no dia 11, às 9 horas, no Santuário Nossa Senhora da Conceição, no Monte Castelo.

Confira a programação completa com os repertórios e apresentação de cada coral.

ABERTURA DO 39º FEMACO - 07-10-2019 - SANSÃO HORTEGAL


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube

Revisão: Jáder Cavalcante
Fotos: Sansão Hortegal
Lugar: Praça Deodoro
Texto: Sansão Hortegal
Última alteração em: 08/10/2019 16:34

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

24/09/2020

09:00

Câmpus de Grajaú promove nesta quinta-feira live sobre suícidio na população LGBTQIA+ GRAJAÚ - A Universidade Federal do Maranhão, Câmpus Grajaú, realizará nesta quinta-feira (24), uma live com o tema “A descoloração...

24/09/2020

08:30

Projeto sobre cenário de podcasts em São Luís é aprovado no Mestrado em Comunicação da UFMA SÃO LUÍS – Graduado em Comunicação - Rádio e TV pela Universidade Federal do Maranhão, Jefferson Saylon Lima de Sousa...

24/09/2020

08:00

I Jornada de Combate ao Racismo no Ensino Superior ocorrerá até essa sexta-feira, 25 SÃO LUÍS - ”Nosso papel enquanto universidade é combater o racismo a partir de políticas afirmativas e educação étnico-raciais”: com...

23/09/2020

21:10

Pesquisa aponta redução de gases poluentes durante os cinco primeiros meses da pandemia SÃO LUÍS - A pandemia da covid-19 interferiu de diversas formas na vida de todos, e o meio ambiente também...

23/09/2020

19:36

Pesquisadora fala à Rádio Universidade sobre premiação no Congresso de Ciência e Tecnologia SÃO LUÍS - “A pesquisa pode beneficiar a comunidade científica e a comunidade local, pois o lugar onde foram realizadas...
Fim do conteúdo da sessão