Modos de fazer cerâmica artesanal no Maranhão são apresentados durante exposição em Cururupu
Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

Modos de fazer cerâmica artesanal no Maranhão são apresentados durante exposição em Cururupu

Publicado em: 11/02/2019

CURURUPU – Entre os dias 15 de fevereiro e 15 de março, das 9h às 17h, na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo, localizada na Rua Cesário, nº 130, Centro do município de Cururupu – MA, será realizada a exposição “A arte que vem do barro: modos de fazer cerâmica artesanal no Maranhão”.

A exposição é fruto de três pesquisas envolvendo práticas ceramistas ancestrais existentes na região ocidental do Maranhão, nas regiões da Baixada Maranhense e Reentrâncias Maranhenses, e foi planejada por estudantes do Observatório Cultural do Maranhão, que integram o núcleo do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (PGCult), e o grupo de pesquisa “História, Memória e Patrimônio Cultural da Baixada Maranhense e Reentrâncias Maranhenses”, ambos sob a coordenação do professor do curso de Licenciaturas em Ciências Humanas, câmpus de Pinheiro e do PGCult, Arkley Marques Bandeira.

Durante a exposição, haverá a apresentação dos modos de fazer cerâmica no Quilombo de Itamatatiua, em Alcântara; da Cerâmica das Anas no Quilombo do Porto do Nascimento, em Mirinzal; e da produção ceramista quase extinta, em Cururupu. Os estudos criam redes colaborativas com as ceramistas, compreendendo o modo de fazer cerâmica como um dos principais elementos identitários dessas comunidades, atuando como importante suporte de identidades, memórias, histórias e sociabilidades.

Os temas abordados tratam da diversidade nos modos de fazer cerâmica, como a multiplicidade das formas e a liberdade criativa da cerâmica de Itamatatiua, com um forte apelo comercial; a cerâmica funcional e durável, elaborada para preparar, armazenar ou consumir alimentos, das Anas de Porto do Nascimento, e os remanescentes cerâmicos funcionais e decorativos de Cururupu feitos por Dona Antônia.

A exposição é uma parceria da Universidade Federal do Maranhão, por meio do Observatório Cultural do Maranhão – PGCult e da Prefeitura Municipal de Cururupu, com o patrocínio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA.

 


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube

Produção: Géssicas dos Anjos
Revisão: Jáder Cavalcante

Lugar: Cidade Universitária Dom Delgado
Texto: Allan Potter
Última alteração em: 11/02/2019 15:24

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

19/04/2019

12:18

Pesquisadora da USP ministrou conferência sobre história oral e migrações do Nordeste ao Sudeste SÃO LUÍS – Na tarde de terça-feira, 16, foi realizada a conferência intitulada “História oral e memória na pesquisa qualitativa...

19/04/2019

12:10

Encontro que abordará a atuação das mulheres na engenharia será realizado no dia 26 de abril SÃO LUÍS – Com o objetivo de abordar assuntos como automação, internet of things (IoT), Indústria 4.0 e empoderamento femininona...

19/04/2019

11:40

Terá início em abril a primeira Jornada do Mestrado em Design e Seminário da PROCARD SÃO LUÍS - Durante os dias22 a 26 de abril, o Centro Pedagógico Paulo Freire da Universidade Federal do Maranhão,...

18/04/2019

13:00

Acessibilidade e Hospitalidade: seminário reúne representantes em debate na Fábrica Santa Amélia SÃO LUÍS - Com o objetivo de integrar e sensibilizar a comunidade acadêmica acerca dos temas da inclusão e acessibilidade...

18/04/2019

11:02

Estudantes de Turismo e Hotelaria retornam à São Luís, após visitar empresas de Fortaleza FORTALEZA – Encantados com as belezas naturais e com o grande potencial turístico explorado por empresas públicas e privadas da...
Fim do conteúdo da sessão