MEC divulga o resultado do Enade
Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

MEC divulga o resultado do Enade

Publicado em: 25/11/2011

O Ministério da Educação divulgou, na última quinta-feira (17), o resultado do Enade, Exame Nacional de Desempenho de Estudantes. As notas são usadas para avaliar a qualidade das universidades.

Mais de 4 mil cursos foram avaliados em 2.176 instituições. E 683 instituições foram reprovadas porque tiveram nota 1 ou 2 em uma escala que vai até 5. Confira o desempenho de cada universidade.

media_instituicoes-de-ensino-superior












Além da avaliação geral das instituições, o MEC divulgou o Conceito Preliminar de Curso (CPC). Na listagem, é possível conferir o desempenho das universidades, faculdades e centros universitários de acordo com a avaliação de cada curso oferecido. O CPC leva em conta indicadores como a titulação dos professores e a nota dos alunos no Enade. Assim como no IGC, os conceitos 1 e 2 são considerados insatisfatórios; 3 é razoável e 4 e 5, bons.


Os piores desempenhos foram registrados em universidades e faculdades particulares. Em todo o país, menos de 2% conseguiram a nota máxima.

A Unicamp teve a terceira melhor nota e o melhor desempenho entre as públicas. O Enade avaliou especialidades nas áreas de saúde e ciências agrárias. Ao todo, 594 cursos tiveram as notas mais baixas.

As avaliações são feitas anualmente. Os cursos e as instituições que tiveram duas notas ruins nos últimos três anos vão ser punidos pelo Ministério da Educação.

Cinquenta mil vagas que seriam abertas no próximo ano foram cortadas, a maioria nos cursos de enfermagem. Oito instituições perderam autonomia para abrir novos e passam a depender de autorização prévia do MEC. Ainda terão o número de vagas atuais congeladas.


De 1.828 instituições de ensino superior que obtiveram nota em avaliação do Ministério da Educação, 683, ou 37,3%, ficaram abaixo da média no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado nesta quinta-feira (13). Esse índice monitora a qualidade dos cursos de graduação e divide as instituições por totais contínuos que vão de 0 a 5 pontos, com divisão por casas decimais, e em faixas que vão de 1 a 5. Avaliações abaixo de três são consideradas insatisfatórias pelo MEC.


Do total, 9 instituições, 0,49%, tiveram nota 1 e 674, 36,8%, ficaram com nota 2. O maior grupo ficou na nota média 3, com 985 (53,9%). Outras 131 intituições (7,16%) obtiveram média 4, e um total de 27 universidades e faculdades conseguiram a nota máxima 5, correpondente a 1,47% das instituições que obtiveram notas. A avaliação teve ainda 349 instituições que não tiveram a participação mínima de dois alunos ingressantes e dois alunos concluintes nos cursos avaliados pelo Enade.

Para o ministro da Educação, Fernando Haddad, os problemas na qualidade do ensino superior podem ser superados: “Seremos rigorosos com aqueles cursos que estejam saindo da linha, ao mesmo tempo, favoreceremos aquelas instituições que estão demonstrando compromisso com a qualidade”, garante.



Edição:Lauralice Portela



Revisão de texto: Késia Andrade
Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube


Lugar: Brasilia
Fonte: INEP
Última alteração em: 24/11/2011 15:41

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

17/10/2017

18:36

Professora da Universidade de Aveiro participará do I Colóquio Maranhense de Musicologia SÃO LUÍS - Ocorrerá nesta sexta-feira, 20, no auditório setorial do Centro de Ciências Humanas (CCH), o I Colóquio Maranhense...

17/10/2017

18:32

Palestra e lançamento de livro abrem a VI Semana de Engenharia de Alimentos da UFMA IMPERATRIZ - Alunos e professores do curso de Engenharia de Alimentos da Universidade Federal do Maranhão se reuniram na tarde...

17/10/2017

18:22

Encontro sobre Intervenções Assistidas por Animais foca em ética e troca de experiências SÃO LUÍS – Ocorreu na tarde desta terça-feira, 17, no Auditório Setorial do Centro de Ciências Humanas da UFMA, o...

17/10/2017

13:00

UFMA e Defensoria Pública do Maranhão discutem ações estratégicas para o Projeto Cuidar SÃO LUÍS – “Que país nós teremos se não cuidarmos das nossas crianças?”, questionou a reitora da Universidade Federal do...
Fim do conteúdo da sessão