Início do conteúdo da seção

Informações Turísticas

GUIA DE INFORMAÇÕES TURÍSTICAS

São Luís e Adjacências

      São Luís

  • Atrativos

Centro Histórico: São Luís foi reconhecida como Patrimônio Cultural Mundial pela Unesco, em 1997, por sua rica e diversificada cultura mantida em um conjunto arquitetônico de sobrados e casarões do século XVIII e XIV, constituindo um excepcional exemplo de cidade colonial portuguesa. Nesse contexto de cidade histórica, São Luís se expandiu, preservando a malha urbana do século XVII e seuconjunto arquitetônico original       

                   

É hoje um espaço cultural que dispõe de museus, teatros, lojas, órgãos públicos, além de bares e restaurantes, proporcionando desde um belo passeio que remete a uma viagem a um passado de prosperidade e ostentação, quanto à noites de diversão, principalmente nas sextas e sábados, com festas de reggae, música eletrônica, happy hours e programações culturais.

Museus:

Casa do Maranhão: O museu folclórico funciona no antigo Prédio da Alfândega, datado de 1873. Restaurado em 2014, oferece visitas guiadas que apresentam todo o acervo, formado por vestimentas e instrumentos musicais usados nas festas do Bumba-Meu-Boi. No novo espaço, equipamentos multimidia conduzem a uma viagem pela história, tradições, patrimônio e as artes maranhenses. O visitante pode ainda fazer um passeio sonoro passando pelo reggae maranhense, o som das Caixeiras, o Tambor de Crioula e o Tambor de Mina.

                   

Museu Histórico e Artístico do Maranhão: O preservado Solar Gomes de Sousa, erguido em 1836, foi transformado em museu em 1973. Os objetos em exposição - mobiliário, porcelanas, vidros e cristais - reconstituem os ambientes das ricas residências maranhenses dos séculos 18 e 19. 

                                      

Casa de Nhozinho: O museu está instalado em um dos mais imponentes prédios coloniais do Centro Histórico, com quatro andares e fachada recoberta de azulejos. No acervo da casa estão inúmeras obras de Nhozinho, artesão maranhense que, ao longo da vida, confeccionou brinquedos e figuras do folclore em buriti. Também estão expostos objetos e artefatos do cotidiano regional, como pilões, carro de boi, utensílios de pesca e artesanato indígena.

                       

Museu de Artes Visuais: O destaque da exposição são os estilos variados dos azulejos portugueses, ingleses, franceses e alemães dos séculos 18 a 20. Também há coleções de pinturas de artistas brasileiros e de arte sacra do século 17. Um mirante no terceiro andar descortina bonita vista do Centro Histórico, da baía de São Marcos e do Mercado Praia Grande.

                                   

Cafua das Mercês: Sede do Museu do Negro, o pequeno sobrado colonial do século 19 funcionava como mercado de escravos. O acervo reúne objetos de tribos africanas, como instrumentos, musicais e indumentárias usadas em rituais festivos e religiosos.

                                     

 Convento das Mercês: O antigo convento abriga um espaço cultural onde estão o Memorial José Sarney, com objetos relacionados ao ex-presidente; e também o Museu da Memória Republicana.

                            

Museu de Arte Sacra:Instalado no segundo pavimento do Palácio Arquiepiscopal, da Catedral de Nossa Senhora da Vitória (Igreja da Sé), apresenta o processo histórico de colonização e ocupação do território maranhense iniciado no século XVII no contexto da arte sacra brasileira. Os signos e simbolismos contidos nos objetos artísticos expostos são representativos do testemunho de fé e devoção e conduzem o visitante a um passeio pela história. 

                            

Teatros:Teatro Arthur Azevedo, segundo teatro mais antigo do Brasil e inaugurado em 1817, situa-se no Centro Histórico.

                                             

 Teatro Alcione Nazaré, parte estrutural do Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, situa-se também no Centro Histórico, sendo palco de manifestações cênicas e shows musicais e eventos em geral. 

                        

Praias: As praias de São Luís são outros importantes atrativos para quem busca lazer e diversão. Estão situadas na outra parte da cidade, que exibe uma faceta mais moderna, com edifícios, shoppings centers e restaurantes sofisticados. No litoral de São Luís, você visita:

Praia do Calhau: A praia de águas calmas, dunas e vegetação rasteira acompanha toda a extensão da Avenida Litorânea. O movimento é grande nos finais de semana, tanto de banhistas quanto de adeptos de atividades esportivas, como corrida e ciclismo e o kitesurf. O charme fica por conta dos quiosques padronizados e dos restaurantes sobre palafitas.

                                                    

Ponta D’Areia: A praia mais próxima do Centro - Ponta d'Areia fica a quatro quilômetros e tem fácil acesso e é também a mais freqüentada da cidade, reunindo banhistas de estilos diversos. A Praia da Ponta D’Areia é famosa pelos clubes de reggae instalados à beira-mar e possui mais um atrativo além da água morna e de espaços privilegiados para a prática de esportes: o Espigão Costeiro, uma ponte que se estende até o mar e que tem se tornado o ponto turístico mais indicado para apreciar o belo pôr-do-sol.

                                               

Praia de São Marcos: É visitada preferencialmente por grupos de jovens e surfistas. Os bares garantem a animação durante o dia e também à noite e a paisagem é formada por dunas cobertas de verde e ruínas do Forte São Marcos, erguido no século 18.

                                                      

Olho D’Água: Praia tradicional e uma das mais bonitas de São Luís, fica a 10 km de distância do centro da cidade. Possui faixa larga de areia fina, com ondas na primeira metade do ano e dunas que chegam a atingir mais de 10 metros de altura, além de morros e falésias; entre os meses de julho e dezembro, os ventos fortes que por ali sopram, atraem os praticantes de esportes à vela. A Praia do Olho D’Água possui diversos bares e restaurantes e é bastante movimentada.

                                                       

Praia do Meio: Localizada a 18,5 km do centro de São Luís, a Praia do Meio possui areias amareladas e batidas, ondas fortes e águas mais claras durante o verão, e é propícia para a prática de windsurf e voos de ultraleve

                                             

Praia da Guia: Localizada ao oeste da ilha, a Praia da Guia possui larga faixa de areia, mangues, dunas e vegetação rasteira. Sua localização privilegiada permite uma vista panorâmica da parte histórica de São Luís. Embora fique apenas a 2,5 km do centro da cidade, ela é considerada uma praia deserta.

                                             

Praia do Caolho: A Praia do Caolho é o trecho entre a Praia do Calhau e a Praia do Olho D’Água. Ela possui uma infraestrutura turística muito boa, conta com hotéis, diversos bares, restaurantes e sorveterias. O acesso é feito pela Av. Litorânea ou Av. Daniel de La Touche. Ela está a 7,5 km do centro de São Luís

                                              

FestasDestacamos as manifestações culturais na cidade como Cacuriá, Tambor de Crioula, Bumba-Meu-Boi e Reggae, que acontecem com maior fequência no período junino e carnavalesco e claro, as animações festivas que ocorrem continuamente em diversas casas de shows espalhados pela cidade nos fins de semana, feriados, etc., como as festas de forró, festas eletrônicas

                                             

Em diversas partes de São Luís a noite é movimentada. O reggae acontece nos bares, barracas de praia ou clubes. Os espaços mais concorridos são o Roots Bar, no Centro Histórico (R. da Palma, 85), nas noites de sexta; o Bar do Nelson, no finzinho da Av. Litorânea, no Calhau (sábado); e o Chama Maré, escondido no canto esquerdo da Ponta d'Areia, no domingo. 

No Centro Histórico - em especial na Rua Portugal -, bares e restaurantes instalados em sobrados e casarões espalham suas mesas pela calçada e o som costuma ser mais eclético. As happy hours começam a movimentar a área no meio da semana, mas o agito fica maior nas noites de sexta e sábado. Ouro point noturno da capital é a Lagoa da Jansen, com bares e pizzarias.

                         

CulináriaA cozinha maranhense reúne influências indígena, portuguesa e africana, com grande variedade de frutos do mar e porções de farinha. Nosso prato mais famoso é o arroz-de-cuxá. Esse prato é feito com verdura, camarões secos, gergelim e farinha de mandioca, sendo servida nos restaurantes especializados da nossa região - dos caseiros aos mais sofisticados. Para acompanhar, nada melhor que o guaraná Jesus, refrigerante típico daqui do Maranhão, de cor rosa, adocicado e com sabor de canela.

                          

Shoppings:

Os shoppings de São Luís encontram-se localizados nas áreas mais novas da cidade e perto dos principais centros comerciais

  Alcântara

     Situada a 22 quilômetros de são Luís, uma cidade pequena que possui 24 pontos turísticos espalhados pela região, com um rico patrimônio arquitetônico e histórico. Possui belos casarões que são considerados patrimônio material de Alcântara, obtendo um conjunto de sobrados e solares, que faz de Alcântara uma cidade turística preservada, sendo tombada pelo IPHAN em 1948 como Patrimônio Nacional, além das comunidades quilombolas situada na zona rural do município.

                                          

Atrativos

Alcântara já foi uma das cidades mais ricas do Maranhão entre os séculos 18 e 19, mas muito do patrimônio histórico se perdeu. Vestígios do passado podem ser vistos em sobrados coloniais cobertos por azulejos portugueses, nas ruínas do mercado de escravos no Palácio Negro e no prédio da prefeitura, onde funcionou uma cadeia pública no século 18.

Defronte à Praça do Pelourinho estão as ruínas da Igreja Matriz de São Matias e o interessante Museu Histórico, um belo exemplar da arquitetura de época.

Junto à igreja de Nossa Senhora do Carmo ficam os ruínas de dois palacetes construídos por famílias aristocratas rivais para receber o imperador Dom Pedro II. Uma fortuna foi despejada nas obras dos Barões de Pindaré e Mearim, mas o monarca nunca chegou a passar por Alcântara e elas foram posteriormente abandonadas, simbolizando o ocaso da cidade.

Além do passeio pelas igrejas e construções do Centro, o passeio é complementado pelas praias dos arredores. 

                                            

Nos anos 1980 foi instalado o Centro de Lançamento de Alcântara na área rural do município. A distante base de lançamento é fechada para a visitação, mas maquetes de espaçonaves que saíram dali estão na Casa de Cultura Aeroespacial da cidade.

As praias mais próximas e que possuem estrutura para receber turistas em Alcântara são:

Praia da Baronesa

De areia clara e fina e cercada por falésias, a praia da Baronesa é a mais frequentada de Alcântara por se localizar bem próxima ao centro da cidade

Ilha do Cajual

A Ilha do Cajual está localizada próxima a cidade de Alcântara, MA, inserida na Bacia de São Luís, e guarda um importante afloramento fossilífero brasileiro.

Ilha do Livramento

A Ilha do Livramento fica em frente à cidade de Alcântara, no Maranhão. A maioria das praias da Ilha do Livramento são desertas e se beneficiam da área de manguezal e igarapés

                                               

 

Travessia: 

O acesso a Alcântara mais utilizado é através do transporte náutico, As embarcações para Alcântara saem de manhã do Cais Praia Grande, em São Luís. A viagem dura cerca de 1h15min e há barcos maiores e menores que circulam dependendo da maré. Também existe a opção via transporte terrestre, porém, pelo difícil trajeto pelas estradas, é uma opção pouco utilizada.

                           

contato: atendimento.labotur@gmail.com

Fim do conteúdo da seção