Início do conteúdo da seção

Francês Sem Fronteiras

Promovido pelo Ministério da Educação (MEC) através da Secretaria de Educação Superior (SESu) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o principal objetivo do Programa Idiomas sem Fronteiras - Francês é incentivar o aprendizado da língua francesa, além de propiciar uma mudança abrangente e estruturante no ensino de idiomas estrangeiros nas universidades do País.

Neste sentido, as ações do programa visam atender à comunidade universitária brasileira com o objetivo de:

- proporcionar oportunidades de acesso a universidades de países onde a educação superior é conduzida em sua totalidade ou em parte por meio da língua francesa.

- aumentar o número de professores e alunos estrangeiros em seus campi ampliando assim o processo de internacionalização das universidades brasileiras.

Quem pode participar do curso online?

 

R.: Estudantes com os seguintes requisitos:

- alunos de graduação ou pós-graduação stricto sensu:

- de universidades federais parceiras do Idiomas sem Fronteiras;

- de IES previstas em edital como contempladas;

- alunos com no máximo 90% dos créditos do curso completados.

A participação em cada uma das ações do programa dependerá do perfil de cada estudante, confira em Documentos os editais publicados.

 

Como posso me inscrever?

 

R.: Antes da inscrição, verifique o seguinte:

- Instituições que são Universidades Parceiras do IsF - Francês;

Edital completo sobre critérios de participação no curso;

- Informações sobre o Français sans Frontières: isf.mec.gov.br/frances/pt-br/curso-online

Para realizar sua inscrição*, acesse o Sistema IsF Gestão em isfaluno.mec.gov.br e acesse a área laranja.

 

Quais são os critérios de seleção?

 

R.: Para efeito de classificação, tem prioridade os candidatos que:

- sejam alunos de graduação de cursos elegíveis ao programa Ciência sem Fronteiras (CsF);

- tenham se submetido ao ENEM a partir de 2010 e obtido média igual ou superior a 600 pontos, incluindo a redação;

- tenham concluído no máximo 90% da carga horária total de seu curso;

- tenham o maior índice de rendimento acadêmico conforme parâmetros definidos pela própria universidade; e

- sejam bolsistas ou ex-bolsistas do Programa Jovens Talentos para a Ciência de qualquer curso de graduação, com vínculo institucional e que atendam aos demais critérios da seleção.


Fim do conteúdo da seção