Crianças de 2 a 10 anos se divertem e comemoram o seu dia de forma lúdica e animada
Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

Crianças de 2 a 10 anos se divertem e comemoram o seu dia de forma lúdica e animada

Publicado em: 10/10/2018

SÃO LUÍS – Em uma tarde diferente, 22 crianças, de 2 a 10 anos, filhos de alunos e funcionários do Centro de Ciências Sociais (CCSo), participaram, nesta quarta-feira, 10, do Ciranda do Brincar, evento realizado pelo curso de Pedagogia e Grupo de Estudos e Pesquisas Infância e Brincadeiras (Gepib), que buscaram discutir a importância da brincadeira como atividade principal da infância. Essa foi a primeira edição do evento, que faz parte do Projeto Ciranda de Brincares, que prevê ações a cada seis meses.

Para Fabyanne Gonçalves, mãe de Helloha Raquel, de 2 anos, o evento foi uma oportunidade de resgatar brincadeiras que estimulam a interação social. Ela contou que a criança ainda não frequenta a escola, e que essa atividade foi uma forma de prepará-la para o ambiente da sala de aula.

“É um pouco complicado tirar das crianças o contato com o meio tecnológico, pois é algo muito presente no seu dia a dia, mas nós tentamos fazer essa mediação entre o mundo real e o virtual, engajá-la em outras atividades que a preparem para essa separação do ambiente familiar”, declarou.

Já a coordenadora do evento, Rosyane Dutra, afirmou que a Ciranda do Brincar surgiu justamente dessa necessidade de valorizar as brincadeiras seccionais, a ludicidade, tão importante nessa faixa etária. “A primeira infância, de 0 a 6 anos, é a fase em que as crianças desenvolvem vários aspectos, e o brincar é a atividade principal desse processo formativo. Por isso é importante desmistificar que brincar é fazer bagunça ou falta do que fazer”, explicou.

Durante o evento, houve contação de histórias, brincadeiras e apresentação do musical “Maria vai com as outras”, com professoras que atuam na rede municipal de ensino, e da banda da Rosinha, dos alunos do curso de Música. Helloha Raquel contou qual foi sua atividade favorita. “Eu gostei de brincar com as letrinhas e com os coleguinhas”, comentou.

O brincar e o desenvolvimento cognitivo

A pesquisadora do Gepib, Sandra Alves, explica que na realidade muitas escolas fazem o uso de métodos recreativos, no entanto há pouca fundamentação teórica e pouca investigação sobre os benefícios ou a razão para usá-los.

“A maioria das escolas detêm a prática, mas poucas detêm a teoria. E esse é um dos nossos objetivos aqui: aliar teoria a prática, levando esse aprendizado para as professoras para que elas possam desenvolver um trabalho mais consciente”, ressaltou.

Ela lembra ainda que brincadeira tem que ser levada a sério como sinaliza a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que está respaldada nas diretrizes e bases da educação infantil.

 


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube

Produção: Géssica dos Anjos
Revisão: Jáder Cavalcante
Fotos: Marcus Elicius
Lugar: Cidade Universitária Dom Delgado
Texto: Suellen Sullivan
Última alteração em: 11/10/2018 12:25

Mais fotos

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

22/10/2018

13:25

A experiência de licenciandos no estágio será tema de seminário que começa nessa terça, 23 SÃO LUÍS – “O estágio é uma oportunidade que o aluno tem de se perceber como um profissional em exercício”,...

22/10/2018

12:35

Roda de conversa debaterá a divulgação de trabalhos científicos na mídia, entre os dias 24 e 25 SÃO LUÍS – A Universidade Federal do Maranhão, por meio do grupo de Pesquisa Divulgação Científica e Educação Ambiental (Dicea),...

22/10/2018

11:52

UFMA comemora seus 52 anos durante encerramento da 15ª SNCT SÃO LUÍS - No último sábado, 20, foi realizado o encerramento da 15ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no...

22/10/2018

10:30

Abertas as inscrições para submissão de trabalhos na Revista Bibliomar SÃO LUÍS – Estão abertas, até o dia 2 de novembro, as inscrições para a submissão de trabalhos para a...

21/10/2018

12:15

Mensagem da reitora em celebração aos 52 anos da nossa UFMA Uma Universidade relevante não se constrói da noite para o dia, muito menos mantém sua estrutura em pleno funcionamento em...
Fim do conteúdo da sessão