Pedagogia de alternância foi tema no Seminário das Licenciaturas em Educação do Campo
Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

Pedagogia de alternância foi tema no Seminário das Licenciaturas em Educação do Campo

Publicado em: 07/12/2017

SÃO LUÍS – O VII Seminário Nacional das Licenciaturas em Educação do Campo, na Universidade Federal do Maranhão, debateu, na manhã de ontem, 6, no Centro de Convenções, a pedagogia de alternância na mesa-redonda intitulada “Formação de professores e organização do trabalho pedagógico nas Escolas do Campo: questões da pedagogia da alternância”.

O evento constitui uma ação estratégica na luta em defesa das políticas de formação de professores e professoras do campo, tendo em vista os cortes nos investimentos em educação, especialmente, na educação do campo.

Na mesa-redonda, foi discutida a pedagogia da alternância, que é um método que busca a interação entre o estudante que vive no campo e a realidade que ele vivencia em seu cotidiano, de forma a promover constante troca de conhecimentos entre seu ambiente de vida e trabalho, além do escolar. “A concepção de alternância que nós construímos ao longo desse tempo vem sendo referendada por experiências obtidas desde o eixo do Pronera aos cursos de magistério voltados para os ensinos fundamental e médio. Dessa maneira, a gente materializa nas licenciaturas de Educação do Campo a concepção de que a gente ressignifica a pedagogia de alternância no ensino superior construindo outros instrumentos e tentando construir uma formação docente em alternância pedagógica. Em consequência, a alternância pedagógica pressupõe que o Projeto de Licenciatura no Campo prevê uma articulação intrínseca com a concepção de sociedade e de escola”, explicou a professora da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESPA), Maura dos Anjos.

Para o professor João Batista Begnami, da União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil (UNEFAB), a pedagogia de alternância é fundamental para as licenciaturas de Educação no Campo. “É muito importante que entendamos que o desenvolvimento da educação no campo incide nos Centros Educativos Familiares de Formação por Alternância (Ceffas), que têm uma contribuição muito importante para esse movimento de educação no campo”, falou. Ele concluiu dizendo que a alternância com uma maior metodologia tem sido algo muito inspirador para a construção de um projeto pedagógico diferenciado mais apropriado para a realidade da Educação do Campo.

Já a professora Silvana Lúcia da Silva Lima, da Universidade Federal do Recôncavo Bahiano (UFRB), destacou os desafios da pedagogia da alternância: “A preocupação é saber como se organiza a alternância. Nesse sentido, a formação em alternância precisa ser integrativa, para garantir a continuidade do ensino-aprendizagem mediado pelos instrumentos pedagógicos e metodológicos que são ou devem ser exercidos/estabelecidos em um processo de formação contínuo e dialético”, pontuou.


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube

Revisão: Jáder Cavalcante
Fotos: Rodrigo Bomfim
Lugar: Cidade Universitária Dom Delgado
Texto: Maiara Pacheco
Última alteração em: 07/12/2017 19:16

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

16/10/2018

16:41

Curso de Relações Públicas lança a 15ª edição da newsletter MERCADO RP SÃO LUÍS – Desde 2008, os estudantes do 4º período do Curso de Comunicação Social, habilitação Relações Públicas da Universidade...

16/10/2018

16:22

Abertas as inscrições para monitoria do VII Fórum de Extensão SÃO LUÍS – Estão abertas as inscrições para monitoria do VII Fórum de Extensão da Universidade Federal do Maranhão (UFMA),...

16/10/2018

14:30

Conheça o Projeto Lençóis, que leva energia para comunidades afastadas por meio de microrredes SÃO LUÍS – Promovendo nos dias 25 e 26 o II Seminário de Microrredes Inteligentes, o Instituto de Energia...

16/10/2018

12:25

Abertas as inscrições para monitoria da XIII Conferência Brasileira de Comunicação Cidadã SÃO LUÍS - Estão abertas, até o dia 25 de outubro, as inscrições para monitoria da XIII Conferência Brasileira de...

16/10/2018

12:10

Iniciada a quarta edição da SENGE, o maior evento de engenharia do Maranhão SÃO LUÍS – Teve início, na tarde desta segunda-feira, 15, a VI Semana de Engenharia do Maranhão (Senge), maior evento...
Fim do conteúdo da sessão