Evento discute o papel do pedagogo nos hospitais e o direito à educação do hospitalizado
Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

Evento discute o papel do pedagogo nos hospitais e o direito à educação do hospitalizado

Publicado em: 14/11/2017

SÃO LUÍS - Encerrou-se nessa terça-feira, 14, o Encontro de Atendimento Escolar Hospitalar que debateu o tema “Educação e Saúde: diálogos e percursos em classes hospitalares”.

Como parte da programação de encerramento, o encontro teve uma roda de diálogos, mediada pela professora Maria José Albuquerque Santos, sobre “As diversas vozes que apoiam a Educação Hospitalar”. A roda contou com a presença da representante da Fundação Antônio Jorge Dino — Hospital Aldenora Bello, Alice Martins; da representante do Hospital Municipal Dr. Odorico Amaral de Matos - Hospital da Criança, Rachel Campos de Menezes; da representante do Centro de Nefrologia do Hospital Universitário da UFMA, a assistente social Gisele Silva; e da representante da Secretaria Municipal da Educação (SEMED), a especialista em educação Fátima Ribeiro.

O diálogo trouxe em discussão o papel do pedagogo no campo hospitalar e o direito à educação do hospitalizado, suscitando debates sobre práticas pedagógicas, seus limites e suas possibilidades no âmbito hospitalar.

O evento é organizado pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Pedagogia Hospitalar (GEPPEDH), em parceria com o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) e a PLAN International.

A coordenadora do evento, Francy Rabelo, destacou a importância, tanto para a sociedade civil quanto para a formação do pedagogo, da necessidade de se discutir essa temática. “É importante que o aluno saiba, depois de formado, dos espaços em que ele pode atuar como pedagogo, que não se resumem ao ambiente escolar”, contou.

A educação hospitalar é um ramo da educação que proporciona à criança e ao adolescente hospitalizado uma recuperação mais aliviada, por meio de atividades lúdicas, pedagógicas e recreativas, construindo um ambiente mais acolhedor e humanizado.

Segundo a representante da Fundação Antônio Jorge Dino — Hospital Aldenora Bello, Alice Martins, o ambiente hospitalar já é um local rejeitado pela criança, naturalmente, pela formalidade e frieza do espaço. “A criança se sente desprotegida, sozinha, desamparada. É justamente essa imagem que deve ser mudada com a presença do pedagogo inserindo o lúdico juntamente com as atividades teóricas que seriam aplicadas na sala de aula”, destacou.

A pedagogia hospitalar objetiva defender o direito de toda criança e todo adolescente à cidadania, assim como o respeito às pessoas com necessidades educacionais especiais e o direito à educação de qualidade.


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube

Produção: Géssica dos Anjos
Revisão: Jáder Cavalcante e Débora Santos

Lugar: Cidade Universitária Dom Delgado
Texto: Carina Andrade
Última alteração em: 16/11/2017 14:29

Mais fotos

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

14/07/2018

16:25

Alunos de Hotelaria realizam a exposição fotográfica "A cidade 110 anos depois" SÃO LUÍS - Por meio da fotografia podemos passear por uma São Luís do início do século XX e perceber...

13/07/2018

18:07

PPPGI divulga resultado parcial do Edital PIBIC/Ensino Médio cota 2018-2019 O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, divulga o resultado...

13/07/2018

17:40

TV ASCOM: Departamento Médico do Sampaio Corrêa visita UFMA São Luís - A equipe médica do Sampaio Corrêa visitou o vice-reitor no exercício da reitoria, Fernando Carvalho, para agradecer...

13/07/2018

17:39

Grupo de Pesquisa traz à UFMA a taça da Copa do Nordeste conquistada pelo Sampaio Corrêa SÃO LUÍS – Como forma de comemorar a parceria entre o Grupo de Pesquisas em Genética e Esporte da UFMA...

13/07/2018

17:00

RÁDIO ASCOM - UFMA abre vagas para seletivo 2018 da Uniti SÃO LUÍS - Abertas as inscrições para o projeto de extensão da Universidade da Terceira Idade (UNITI). E acompanhe também...
Fim do conteúdo da sessão