Debate sobre violência contra a mulher reúne alunas da UFMA e o Departamento de Feminicídio
Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

Debate sobre violência contra a mulher reúne alunas da UFMA e o Departamento de Feminicídio

Publicado em: 11/08/2017

SÃO LUÍS – Violência contra a mulher foi tema da roda de conversa realizada na quinta-feira, 10, realizada na Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) de Homicídios e Proteção à Pessoa. O evento reuniu alunas do curso de Pedagogia da Universidade Federal do Maranhão e o Departamento de Feminicídio, vinculado à Seic.

A roda de conversa fez parte da política pedagógica da disciplina “Direitos Humanos e Educação”, do curso de Pedagogia da UFMA e ministrada pela professora Lindalva Maia Maciel, para debater as discussões de além muros da universidade e entender a dinâmica da sociedade sobre o assunto.

Segundo a professora Lindalva, os debates fora da sala de aula são momentos que podem agregar a formação acadêmica dos alunos. “Esta roda de conversa visa entender as políticas públicas que o Estado tem executado para coibir a violência contra as mulheres, a fim de proporcionar aos alunos maior aprendizagem acadêmica, que pode servir no futuro, se se depararem com pessoas vítimas do feminicídio”, alertou.

A delegada que coordena o Departamento de Feminicídio da Superintendência Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa, Viviane Azambuja, contou que a Lei do Feminicidio veio para ajudar no combate a violência de gênero. “Feminicídio é a violência e morte da mulher oriunda das ocasiões da violência doméstica ou por preconceito ou discriminação à condição feminina. Como todos sabemos, vivemos numa sociedade machista, e é o machismo que mata. Então, por conta disso, a morte da mulher foi banalizada, sabemos que a maioria das mulheres morre não por causa da violência urbana, mas por conta do preconceito, por ser mulher”, explicou.

De acordo com dados publicados em 2014 pela Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, em 2013, no estado do Maranhão, foram registrados mais de 5.300 casos de violência contra as mulheres. O ato violento mais frequente foi a prática de violência psicológica, com 35 por cento dos casos, seguido pela violência física, com 29 por cento, e ofensa moral ou injúria, mencionadas em 28 por cento dos registros.

É importante mencionar que, na maioria dos casos, os dados registraram o cometimento de mais de um tipo de violência simultaneamente. Ao todo, 88 por cento dos episódios violentos foram com uso de arma branca e 12 por cento com arma de fogo.

Para a aluna do curso de Pedagogia, Thassiane Madeira, esses debates servem para aprimorar os conhecimentos. “É de extrema importância, não só para a nossa formação acadêmica como para a formação profissional, discutir esses assuntos que são de interesse da sociedade, porque provavelmente vamos nos deparar com essas questões na nossa careira profissional”, concluiu.

Saiba mais

Em São Luís, existe a Patrulha Maria da Penha, que acompanha todas as mulheres que estão sob Medidas Protetivas de Urgência. A Lei do Feminicídio foi criada em março de 2015 para prever o feminicídio como circunstância qualificadora do crime de homicídio e o inclui no rol dos crimes hediondos.

O Departamento de Feminicídio foi criado em outubro de 2016, contudo ainda não tem pessoal efetivo nem sede própria. De acordo com a delegada que coordena esse departamento, Viviane Azambuja, até o fim do mês de agosto, o órgão pode começar a funcionar na casa da Mulher, com uma equipe de especialistas.

A delegada ainda contou que, para além da Delegacia da Mulher, o Departamento de Feminicídio também vai funcionar em plantão de atendimento 24h, na Casa da Mulher.


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube

Produção: Géssica dos Anjos
Revisão: Jáder Cavalcante

Lugar: Cidade Universitária Dom Delgado
Fonte: Deolindo Deolino
Última alteração em: 14/08/2017 13:06

Mais fotos

Mais opções
Copiar url

Outras Notícias

10/12/2017

15:48

OBITUÁRIO: Samir Araújo Casseb, docente do câmpus de Grajaú GRAJAÚ - É com imenso pesar que a Universidade Federal do Maranhão comunica o falecimento do professor do curso de...

07/12/2017

18:35

Religiosidade de matriz africana é tema de fórum na UFMA SÃO LUÍS - O curso de Turismo da UFMA realiza o Fórum “A religiosidade de matriz africana no contexto do...

07/12/2017

18:32

Secti apresenta o programa "Cidadão do Mundo" a estudantes da UFMA SÃO LUÍS – A assessora de Relações Internacionais da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Fabiana Moura,...

07/12/2017

18:10

Pedagogia de alternância foi tema no Seminário das Licenciaturas em Educação do Campo SÃO LUÍS – O VII Seminário Nacional das Licenciaturas em Educação do Campo, na Universidade Federal do Maranhão, debateu, na manhã de...

07/12/2017

17:57

Prova do seletivo da Liga Acadêmica de Genética Médica é adiada SÃO LUÍS – Em virtude do feriado municipal de Nossa Senhora da Conceição, nessa sexta-feira, 8 de dezembro, a prova...
Fim do conteúdo da sessão