A trajetória da aluna que defendeu a primeira dissertação do Mestrado em Gestão da Educação Básica Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Início do conteúdo da página

A trajetória da aluna que defendeu a primeira dissertação do Mestrado em Gestão da Educação Básica

Publicado em: 30/01/2018

SÃO LUÍS – Benedita Frazão veio da Baixada Maranhense para trabalhar como doméstica em São Luís, mas a sua história mudou quando aproveitou a primeira oportunidade que lhe foi dada e concluiu o ensino médio. Hoje, ela é a estudante que defendeu a primeira dissertação do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Ensino da Educação Básica (PPGEEB)da Universidade Federal do Maranhão.

Atualmente, Benedita Frazão é pedagoga, licenciada em História, especialista em Psicopedagogia e em Educação Especial. Ela obteve sucesso na primeira vez que tentou um mestrado, tendo sido aprovada em primeiro lugar. Para a estudante, sua trajetória de vida a impulsionou a concluir suas pesquisas com o intuito de ajudar as futuras gerações.

“Hoje, eu entendo que, se eu tivesse tido uma educação básica melhor, eu não teria passado por tanta dificuldade, e meu trabalho hoje seria completamente diferente. Percebi que as dificuldades de leitura, escrita e interpretação que carreguei comigo durante o ensino médio me acompanharam até o mestrado, e é essa a realidade que busco transformar na vida de muitos jovens”, afirmou.

A pesquisa

A dissertação de Benedita foi defendida no dia 26 de janeiro, no auditório do Centro de Ciências Sociais e teve como título “A articulação pedagógica na disciplina de História entre o 5º e 6º ano do ensino fundamental”, tendo como orientador o professor Samuel Luiz Velazquez Castellanos.

A estudante aplicou sua pesquisa na Unidade de Ensino Básico Monsenhor Frederico Chaves, com o intuito de avaliar o impacto da articulação pedagógica na disciplina de História, levando-se em consideração o período de transição dos alunos entre o 5º e o 6º ano do ensino fundamental.

Sua análise procura contemplar como ocorre essa passagem de um nível escolar para outro, destacando nesse processo os conteúdos que são abordados, as metodologias sugeridas, as relações estabelecidas entre alunos e professores, como também o grau de autonomia estimulado no processo de ensino-aprendizagem.

“Articulação pedagógica é uma proposta nova, discutido nos países sul-americanos, mas que não tem teóricos brasileiros falando sobre a temática. Nesse intuito, fiquei mais motivada para escrever o trabalho e concluir o produto, requisito do mestrado profissional. No meu caso, apresentei um manual de sequência didática, com o intuito de auxiliar os professores e alunos em sala de aula”, explicou Benedita.

“Um marco na história do curso”

Para o coordenador do PPGEEB, o professor Antônio de Assis da Cruz Nunes, a defesa da estudante é um marco histórico para o curso. “Benedita inicia um ciclo que esperamos de muitos discentes, mostrando o potencial e o diferencial que eles podem atingir. A estudante fez isso com muita maestria, pois apresentou um trabalho prático, baseado no diagnóstico da pesquisa, conseguiu ver as necessidades e os problemas e, ao final, desenvolveu um produto que modificasse a realidade da comunidade como retorno de todo o seu estudo”, parabenizou Assis.

Objetivos

Benedita Frazão busca reescrever a história de vários jovens com base na nova abordagem proposta por ela em sua disciplina. “Minha proposta do mestrado visa modificar o ensino-aprendizagem do estudante baseado na disciplina de História, mas que vai influenciá-lo positivamente em outras áreas do conhecimento”, finalizou.

Saiba mais

O Programa de Pós-Graduação em Gestão de Ensino da Educação Básica (PPGEEB) foi aprovado em abril de 2015 e inaugurado no mesmo ano. Em 2016, iniciou sua primeira turma com 19 discentes.

O corpo docente é formado por 17 professores com formações em nível de Doutorado na área de Educação, Letras e Linguística, Geografia, Física, Química, Educação Especial, Arte e Tecnologias Educacionais.

É um mestrado que atende aos graduados em cursos de licenciaturas para desenvolver investigações na Educação Básica. É o primeiro curso profissional em Educação do Maranhão e o segundo da UFMA.


Quer ver uma iniciativa bacana do seu curso divulgada na página oficial da UFMA? Envie informações à Ascom por WhatsApp (98) 98408-8434.
Siga a UFMA nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e RadioTube


Texto: ASCOM/UFMA
Última alteração em: 30/01/2018 16:20

Mais opções
Copiar url

Outras notícias

17/08/2018

22:25

PPPGI participa da inauguração do Instituto Confúcio no Maranhão SÃO LUÍS - A Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação participou, na tarde de hoje, 17, da inauguração do Instituto...

17/08/2018

10:51

CAPES ajusta processos de entrada e permanência de programas de pós-graduação Para atender a uma demanda do Ministério da Educação sobre a avaliação da pós-graduação no Brasil, a Coordenação de Aperfeiçoamento...

15/08/2018

07:44

CAPES: Edital destina R$ 4 milhões para incentivar a publicação de periódicos científicos Estão abertas, até 6 de setembro, as inscrições para a Chamada Editoração, que seleciona propostas para apoio e estímulo à editoração...

14/08/2018

16:03

PPPGI participa da inauguração do navio-escola Ciências do Mar II SÃO LUÍS – A Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação participou, na manhã desta terça-feira, 14, da inauguração do Ciências...

14/08/2018

15:34

CNPq credencia fundações para apoio a projetos de pesquisas O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lança Edital de Credenciamento para Fundações de Apoio para recebimento e repasse...
Fim do conteúdo da sessão